A bizarra história de Johann Unterweger: o assassino do sutiã

Unterweger é um serial killer insano e muito louco, mesmo sendo uma personalidade carimbada nas cadeias por cometer crimes pequenos, em meados da década de 70 ele foi condenado à prisão perpétua por estrangular prostitutas com seus sutiãs.

assassino_sutia03

O que foi mais bizarro depois disso, é que ainda na cadeia, o assassino começou a escrever e, surpreendentemente, seu incrível talento chamou a atenção da elite literária da Áustria, que iniciou uma extensa campanha pela libertação de Unterweger.

Essa ideia nada brilhante da campanha deu certo, e o estrangulador não só saiu da prisão, como começou a trabalhar como apresentador de TV e a participar de debates sobre a reabilitação de detentos. Mas sabe como é né, “malandro não para, malandro da um tempo”… Unterweger estrangulou seis mulheres durante seu primeiro ano em liberdade na Áustria e, antes de ser descoberto, viajou a Los Angeles, onde matou outras três prostitutas.

Desta vez seus lindos fãs literários não puderam ajudar, e o assassino escroto foi capturado pelas autoridades norte-americanas, extraditado e novamente condenado. Depois de voltar para a prisão, Unterweger cometeu suicídio, mas não por sentir culpa pelas pobres mulheres que matou! Aparentemente, ele teve um bloqueio criativo e se enforcou em sua cela.

Se você é fã de serial killer, vai pirar na história de Ed.Gein: o cara que inspirou o filme “O Massacre da Serra Elétrica”.

Fonte: Mega Curioso.

Comments

comments

Comentários no Facebook