AFINAL, QUEM É ESSE TAL DE BAPHOMET?

Certamente você já viu uma figura nada muita brisa e beeeeeem demoníaca em que um ser é retratado com uma cabeça de cabra e uma expressão bem de cuzão. Instintivamente, acabamos chamando a imagem de “representação de Satanás, Lucifer, Canhoto entre outros”. Mas, queremos nesse post te contar quem realmente é o Baphomet. Sente só essa brisa.

Baphomet

A história é realmente boa, começando pelo seu nome que remonta à Inquisição e às torturas dos Cavaleiros Templários na Idade Média. De acordo com alguns cronistas franceses da época das Cruzadas, foram torturadas cerca de 1100 pessoas que se declararam adoradoras de um líder pagão, este, que seria Baphomet. Por incrível que pareça, alguns estudiosos acreditam que este nome apenas era uma forma corrompida do Profeta Muhammad. Louco, né?

Com o passar do tempo, o mistério bizarro em torno dos Templários apenas cresceu. Consequentemente, o mesmo aconteceu em relação ao significado do nome. Para que você tenha uma noção, a nomenclatura apareceu até mesmo na obra de Dan Brown, O Código da Vinci. O autor elabora uma interpretação onde a palavra pode ser decodificada como o nome “Sophia” ou simplesmente, “sabedoria”. Atualmente, a nomenclatura é constantemente associada à magia negra e ao ocultismo.

Baphomet de Levi

De acordo com Eliphas Levi, ocultista francês responsável por desenhar a moderna descrição de Baphomet, argumenta que o nome deriva de uma codificação cabalística. “O nome do Templário Baphomet, que deve ser escrito cabalisticamente para trás, é composto por três abreviaturas: Tem. ohp. AB., Templi omnium hominum pacts abbaso que poderia significar algo como o pai do templo da paz de todos os homens“.

Ele diz que para retratar a imagem se baseou em um ser alado e hermafrodita, com um pentagrama na testa e uma tocha entre chifres. Ainda é possível encontrar a palavra SOLVE (separadas) em seu braço direito, e COAGULA (junte-se)em seu braço esquerdo. Seria algo como os poderes de “unir e perder”, que supostamente, teriam sido usurpados de Deus pela criatura.

Este foi o desenho que inspirou a o templo satânico a adotá-lo como seu novo monumento. A representação é binária, representando partes animais e humanas, o masculino e o feminino. É algo que personifica os contrastes.

Mas e a saudação de dois dedos? De onde saiu essa brisa?

Se você reparar, vai perceber que a imagem apresenta dois dedos de sua mão direita apontando para cima, e dois dedos da mão esquerda apontando para baixo. É algo que tem o significado de “como acima, então abaixo“. São gestos bastante conhecidos no ocultismo e foram tirados de antigas obras que retratam o deus egípcio, Hermes Trismegisto, que ficaram bem conhecidas durante a Reforma e o Renascimento.

Levi registrou que ao fazer o gesto, Baphomet expressa a misericórdia com a justiça e a perfeita harmonia.

O Pentagrama tão famoso, de onde saiu?

O famoso Pentagrama que todo satânico usa (ou alguém que paga de satânico) normalmente é utilizado como símbolo de satan em todos os sentidos. No caso de Baphomet, pode ser encontrado tanto em sua testa, quanto no trono em que se senta. Também é possível encontrar a cruz de São Pedro virada de cabeça pra baixo, da mesma forma que aconteceu durante a cerimônia que inaugurava o templo satânico.

Segundo Greaves, “essa inversão é a percepção de Satanás. Pede para que as pessoas reconsiderem seu fundamento cultural, vejam as evidências e reconsiderem seus valores“. A partir daí a pessoa passaria a ter uma visão unilateral em relação a institucionalização da religião, e sobre seus conceitos de correção moral. A imagem de Satanás ressoa a partir daí.

E então pessoal, o que acharam? Já conheciam Baphomet? Compartilhem suas brisas com a gente aí pelos comentários!

 

Fonte: (1).

Comments

comments

Comentários no Facebook