Essas 6 naves alienígenas em pinturas antigas são realmente bizarras!

As famosas “naves alienígenas em pinturas antigas” não são novidade. De fato, existem diversas evidências de visitas extraterrestres no mundo desde o começo do planeta terra! Comentamos sobre esse início no post “Documentário mostra evidências de visitas extraterrestres na Terra“, vale a pena conferir.

Mas hoje, decidimos focar o posts especialmente para as naves alienígenas em pinturas antigas.

Confira!

1 – A Crucificação de Cristo – Versão 1

Naves alienígenas em pinturas antigas1

A obra que você acabou de ver se encontra no Mosteiro de Visoki Decani, em Kosovo, e foi pintada em 1350. Ela mostra — evidentemente — a crucificação de Jesus, mas… Você reparou que existem dois objetos nas extremidades superiores? Se você prestar atenção, os dois objetos transportam um passageiro cada um e parecem ser representações do Sol (à esquerda) e da Lua (à direita). Veja com mais detalhe a seguir:

Naves alienígenas em pinturas antigas - 1 – A Crucificação de Cristo - Versão 1
Naves alienígenas em pinturas antigas – 1 – A Crucificação de Cristo – Versão 1

Alguns teóricos da conspiração apontaram que a presença desses astros na pintura é bastante estranha, uma vez que eles não são reconhecidos pela Igreja como divindades e, portanto, seriam considerados blasfemos quando a obra foi criada. Além disso, há quem acredite que se trata de naves alienígenas, e que os pilotos — vestidos com trajes espaciais e tudo — inclusive são retratados no que parece ser uma perseguição!

2 – A Crucificação de Cristo – Versão 2

Naves alienígenas em pinturas antigas - 2 – A Crucificação de Cristo - Versão 2
Naves alienígenas em pinturas antigas – 2 – A Crucificação de Cristo – Versão 2

O afresco acima se encontra na Catedral Svetishoveli, em Mtskheta, na Geórgia, e foi criado por volta do ano de 1600. Segundo os ufólogos, ele não só tem o mesmo título que a obra descrita no item anterior, como mostra elementos “alienígenas” semelhantes aos da imagem pintada em Kosovo. Confira:

Naves alienígenas em pinturas antigas - 2 – A Crucificação de Cristo - Versão 2
Naves alienígenas em pinturas antigas – 2 – A Crucificação de Cristo – Versão 2

A pintura, como você viu, traz dois objetos nas extremidades superiores, nas laterais da cruz, que os teóricos da conspiração acreditam ser naves alienígenas. Infelizmente, a qualidade da imagem não é das melhores, mas os ufólogos garantem que inclusive é possível distinguir rostos em seu interior, o que indicaria que as duas são pilotadas.

3 – O Milagre da Neve

Naves alienígenas em pinturas antigas - 3 – O Milagre da Neve
Naves alienígenas em pinturas antigas – 3 – O Milagre da Neve

O painel acima, de Masolino da Panicale, é do século 15 e retrata um evento que ficou conhecido como “O Milagre da Neve” — uma precipitação que teria ocorrido em Roma durante o século 4 em pleno verão. Na imagem, enquanto a população tenta entender o que está acontecendo, é possível ver Jesus e Maria observando todos de uma grande nuvem. Entretanto, você reparou que existe uma porção de nuvenzinhas no céu atrás de Jesus e Maria?

Os teóricos da conspiração acreditam que não se trata de nuvens coisa nenhuma, mas sim de uma frota de naves. Aliás, alguns ufólogos defendem que os objetos fariam parte da lenda original e seriam os responsáveis pela neve fora de época. Segundo dizem, mudanças bruscas de temperatura estão associadas com avistamentos de OVNIs, e existe um registro de 1954 quando inúmeros objetos teriam sido vistos sobrevoando a cidade de Florença, na Itália, e sua passagem foi seguida pela queda de flocos de neve.

4 – A Anunciação com St. Emidius

Naves alienígenas em pinturas antigas - 4 – A Anunciação com St. Emidius
Naves alienígenas em pinturas antigas – 4 – A Anunciação com St. Emidius

O quadro acima, de autoria do pintor veneziano Carlo Crivelli, foi criado no século 15 e mostra um feixe de luz proveniente do céu que recai sobre a Virgem Maria pouco antes de ela descobrir que seria a mãe de Cristo. Mas, repare no detalhe:

Naves alienígenas em pinturas antigas4_4

A cena despertou algumas teorias da conspiração curiosas que defendem que a obra retrata uma nave alienígena. E não é só isso, não! Uma delas sugere que o OVNI teria abduzido Maria e implantado nela uma criança, o que significa que, segundo essa interpretação, Jesus seria extraterrestre.

5 – A Virgem com São Giovanino

Naves alienígenas em pinturas antigas5

Existe um pouco de debate sobre quem, afinal, é o autor da obra acima, chamada Madonna col Bambino e San Giovannino no idioma original. Dependendo da fonte consultada, a pintura é atribuída a Domenico Ghirlandaio, a Arcangelo di Jacopo del Sellaio ou a Bastiano Mainardi; no entanto, parece haver um consenso sobre quando ela foi produzida: metade do século 15. E falando em consenso, os ufólogos parecem concordar que a peça mostra mais do que a Virgem e o santinho. Veja a seguir:

Naves alienígenas em pinturas antigas5_2

Como você viu, existe um objeto estranho sobre o ombro da Virgem, do qual emanam raios luminosos. A cena também mostra um homem observando o “OVNI” com seu cão, e o animal, por sua vez, parece estar ladrando para o céu. Os ufólogos ainda identificaram três formas parecidas com polvos na parte superior esquerda do quadro — que eles acreditam ser pequenas naves — e apontaram que a Virgem parece estar tentando proteger as crianças da imagem.

6 – O Batismo de Cristo

Naves alienígenas em pinturas antigas6

De autoria do pintor holandês Aert de Gelder, o quadro acima foi criado por volta de 1710 e retrata o batismo de Jesus. A imagem mostra, ainda, o que parecem ser colunas de luz vindas do céu e iluminando a cena — presumivelmente enviados por Deus. Só que os teóricos da conspiração interpretam a coisa toda de outra maneira.

Naves alienígenas em pinturas antigas - 1 – A Crucificação de Cristo - Versão 1
Naves alienígenas em pinturas antigas – 1 – A Crucificação de Cristo – Versão 1

Gelder foi pupilo de Rembrandt e há quem diga que sua proximidade ao mestre holandês teria dado a ele acesso ao Vaticano e aos arquivos de arte guardados por lá. Pois em “O Batismo de Cristo”, Gelder estaria discretamente transmitindo ao público parte do conhecimento secreto que adquiriu durante suas pesquisas na Santa Sé.
*A imagem que você viu na abertura da matéria foi criada no século 16, se chama “A Glorificação da Eucaristia” e é de autoria do pintor italiano Ventura Salimbeni.

Fonte: Mega Curioso, Listverse, boredomtherapy e blastr.

Comments

comments