ALIENÍGENAS RESPONDERAM MENSAGEM DA TERRA!

Você já se perguntou: será que estamos sozinhos? Ou existe outra forma de vida tão complexa quanto a nossa nesse imenso mar cósmico ?

Uma resposta que veio dos céus nos faz acreditar ainda mais nessa possibilidade.

O escritor britânico Rupert Matthews é um pesquisador um pouco maluco! Ele é o tipo de cara que adora um bom mistério e não têm receio de escrever sobre os assuntos mais polêmicos que desafiam a lógica, a fé e a razão da humanidade. Com uma lista extensa de livros publicados sobre os mais diferentes temas, Matthews aborda a questão de contatos extraterrestres em uma coleção de textos.

No livro “Alien Encounters: True-Life Stories of Aliens, UFOs and Other Extra-Terrestrial Phenomena”, o autor relata um caso surpreendente que teria acontecido na década de 80 durante o governo do presidente americano Ronald Reagan.

E.T. phone home

De acordo com Matthews, um astrônomo da NASA, a Agência Espacial Americana, a serviço do SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence), órgão de vigilância por vida extraterrestre, teria testemunhado o contato realizado por mensagens de rádio com uma forma inteligente de vida em uma das luas de Júpiter.

Os astrônomos do SETI detectaram um sinal vindo de Ganimedes, por um breve período de tempo, o que seria um indício de que os extraterrestres estavam ali de passagem. A mensagem teria sido analisada por computadores da época, mas nunca chegou a ser decifrada.

Como o evento não poderia ficar sem uma resposta, o então presidente americano Ronald Reagan foi informado sobre a ocorrência e decidiu enviar uma mensagem, esta em código Morse, para o mesmo ponto da lua de Júpiter em que o sinal de rádio foi detectado.

Confira a mensagem que o presidente americano enviou para os alienígenas e a resposta que recebemos! Você vai ficar com uma puta cara de interrogação. Dê play e confira!

Se curtiu a brisa do vídeo, não deixe de se inscrever no nosso canal para receber mais conteúdos como esse! O bagulho é Muita Brisa de verdade!

Fonte: (1).

Comments

comments

Comentários no Facebook