Mas que porra é essa? 5 Coisas estranhas que o Google Maps flagrou.

Há toneladas de coisas estranhas e bizarras no Google Maps. É sério…

A maioria é feita por seres humanos para vários fins não especificados, talvez porque são um bando de imbecil sem ter o que fazer. No entanto, alguns, como os que você vai conferir aqui, possivelmente ocorrem de forma natural, mas são totalmente estranhos.

Essas “anomalias” do Google Maps são linhas, círculos e coisas que se parecem com cidades.

Algumas estão debaixo d’água, e seria invisível para a maioria das pessoas. Outras estão em terra, mas a perspectiva do câmera faz com que elas assumam uma aparência nova e estranha. Um site chamado Google Anomalias tem recolhido diversas imagens desse tipo durante anos.

Confira algumas bem chapadas aqui:

1. Edifícios de estilo Maia
google maps bizarro01

Esse local é convenientemente não revelado. Porém, parece mostrar edifícios de estilo Maia que ficam para fora do oceano.

2. Atlantis 2
google maps bizarro02

O Google já se pronunciou sobre essa imagem dizendo que as linhas eram feitas digitalmente por causa de um erro de mapeamento por satélite. Ainda assim algumas pessoas argumentam que esses são restos de cidades afundadas na África, no melhor estilo Atlantis.

3. Campos circulares
google maps bizarro03

Esses campos circulares estão na Carolina do Sul, perto de Briarcliffe Acres. Eles podem parecer artificialmente criados no computador, ou então restos de sumidouros ou erosões.

4. Linhas no oceano
google maps bizarro04

Linhas como esta da península mexicana de Yucatán podem ser vistas em todo o globo, principalmente nos oceanos. Eles podem ser resultados de problemas digitais, ou então ser caminhos e canais criados por correntes e animais.

5. Formas lineares no sul de Cuba
google maps bizarro05

Essas linhas ocasionalmente formam ângulos que se parecem com grades.

E você, meu amigo chapado, acredita que alguma dessas imagens do Google escondem alguma coisa, ou são apenas erros digitais?

Banner-Popipe-Horizontal

Fonte: Mundo Pocket.

Comments

comments

Comentários no Facebook