5 Curiosidades sobre a vida do Bob Marley.

Como não citar o rei em um blog onde o assunto é Muita Brisa?
Essa é a nossa listinha de curiosidades sobre a vida do Bob Marley.

1 – Em 1968, Bob Marley foi preso.

Nosso querido Bob passou um mês na prisão na Jamaica por porte de maconha. Durante este tempo, conheceu alguns prisioneiros com os quais criou forte relação. Eles o motivaram a escrever músicas com mensagens políticas mais contundentes. Em 1977, voltou a ser detido pelo mesmo motivo, em Londres. Devido ao uso religioso da maconha pelos rastafaris, Bob foi um ativo defensor de sua legalização.

2 – Paixão pelo futebol

Bob nutria uma grande paixão pelo futebol e chegou a jogar na equipe “jamaicana House of Dread”. Em uma de suas fotos mais famosas no Brasil, aparece com o cantor Chico Buarque após uma “pelada” no Rio de Janeiro em 1980, com os funcionários do selo Ariola contra alguns dos artistas contratados pela gravadora no Brasil, como Chico Buarque, Alceu Valença e Toquinho. Na ocasião, ganhou e vestiu a camisa 10 do Santos.
Veja o vídeo do músico jogando bola no Brasil:

3 – Cultura rastafari

Além de ser o maior expoente do gênero musical reggae, Bob Marley também é considerado o responsável por disseminar a cultura rastafari pelo mundo. Em suas falas e canções, Bob transmitia o estilo de vida da religião da qual era adepto, cujos valores mais fundamentais eram: a soberania negra e valorização das raízes africanas, além do desejo de retorno à África, a terra prometida.

4 – Bob chegou a ser acusado de estupro

Um dos pontos mais controversos da história de Bob Marley veio à tona em 2004 quando Rita, que lançava o livro “No Woman No Cry: Minha Vida com Bob Marley”, deu depoimentos controversos à imprensa britânica sobre seu relacionamento com Bob. Na ocasião, tabloides ingleses deram uma ampla repercussão à declaração em que ela dizia ter sido estuprada pelo marido. Após a história ter tomado grandes proporções, Rita concedeu novas entrevistas esclarecendo que suas declarações foram retiradas do contexto e que seu marido “não era um estuprador”.

5 – Sua morte

Durante uma partida de futebol em Londres em 1977, Bob machucou o dedão do pé direito e, como consequência do ferimento não tratado, a unha do pé caiu. Somente em 1980, quando o ídolo passou mal no palco em uma turnê nos EUA, descobriu-se que na verdade ele tinha uma espécie de câncer de pele, chamado melanoma maligno, que se desenvolveu sob sua unha. A recomendação médica foi para que amputasse o dedo, mas ele recusou o procedimento devido à crença rastafari.

O câncer se espalhou para o resto do corpo, afetando cérebro, pulmão e estômago. O músico foi se tratar na Alemanha com o médico naturalista Joseph Issels, mas após oito meses de tratamento, foi desenganado. Decidiu, então, voltar à Jamaica para morrer junto a família e amigos, mas no meio da viagem teve que ser internado às pressas em Miami, onde morreu no dia 11 de maio de 1981, na companhia da mãe, quando estava no auge da carreira, aos 36 anos de idade.

Fonte: http://www.pragmatismopolitico.com.br/

Comments

comments