A história de Ed Gein: o cara que inspirou o filme “O Massacre da Serra Elétrica”

O cara que você vai conhecer hoje, não é nada muita brisa, e foi ele que protagonizou uma história de terror verdadeira nos Estados Unidos, região de Plainfield, estado de Wisconsin, entre as décadas de 40 e 50.
Edward Gein, ou simplesmente Ed Gein, foi um dos assassinos mais insanos e frios da história com tantas cenas de horror em seus crimes, que acabaram inspirando filmes como O Massacre da Serra Elétrica.

O INÍCIO

Edward Theodore Gein nasceu em 27 agosto de 1906 em Plainfield, Wisconsin. Ele cresceu sob forte influência de sua mãe, que era muito dominadora e o fazia acreditar que o sexo era um pecado, e que mulheres eram instrumentos do diabo. George Gein, o pai de Ed era alcoólatra e morreu em 1940, como resultado de insuficiência cardíaca.
Ou seja, ele não teve uma boa referência dentro de casa…

edgeinmuitabrisa1

Em 1945, Ed Gein perdeu sua mãe Augusta Gein, que morreu após uma série de derrames.
Após a morte de sua mãe, Ed se sentiu sozinho e perdido. Ele nunca desenvolveu qualquer amizade e sua mãe era a única pessoa próxima a ele. Desde que ele foi o único membro da família Geins ainda vivo, ele estava trabalhando na fazenda por conta própria e morava sozinho em uma casa enorme. Trancou todas as salas utilizadas por sua mãe e só usava um pequeno quarto perto da cozinha.

Logo após a morte de sua mãe, Ed Gein desenvolveu interesse na anatomia do corpo feminino e começou a ler revistas de culto à morte. O que mais o interessou foram as atrocidades dos nazistas, em particular, as experiências médicas realizadas em pessoas nos campos de concentração. Seu interesse na anatomia foi tanto que o encaminhou a ponto de que, dentro de poucos anos seguintes, ele comoçou a visitar vários cemitérios e exumar cadáveres femininos frescos, dissecá-los e manter algumas das partes do corpo, incluindo a cabeça, os órgãos sexuais e os órgãos internos ocasionais (coração, fígado, intestinos, etc)

Ed Gein desfez dezenas de cadáveres durante um bom tempo. Mas seu maior interesse estava em vaginas. Ele cortava e “brincava” com elas. Mas literalmente brincar com elas, ele tinha uma imensa satisfação de usar calcinha de mulher, com uma vagina que ele retirava de uma das vítimas exumadas. Como sua obsessão aumentava, ele não estava mais satisfeito com cadáveres, então começou a buscar por vítimas “mais frescas”. E é ai que fudeu de vez…

ASSASSINATOS
edgeinmuitabrisa2

Ed Gein passou a assassinar diversas mulheres e passava despercebido pela sociedade. Porém, foi quando ele tirou a vida de Bernice Worden, que era uma mulher de sessenta anos, perto da idade da mãe de Ed Gein, que as coisas mudaram para ele. Após assassiná-la (16 de novembro de 1957) o filho da Bernice, Frank, que tinha sido vice-xerife da cidade, começou a suspeitar fortemente do Gein, já que ele foi visto caminhando pelas ruas no dia que Bernice Worden desapareceu. E então, Frank foi fazer uma visitinha ao Ed Gein.

Ao entrar no local, a evidência chocante da obsessão de Ed Gein foi revelado. Bernice Worden foi pendurada de cabeça para baixo dentro de um gancho de carne, seu corpo estava sem cabeça e com uma abertura na frente. Seu coração estava em um prato dentro da casa, os intestinos e a cabeça, dentro de uma caixa em um galpão.

o massacre01

O matadouro

o massacre02

O homem que se tornou personagem principal de O Massacre da Serra Elétrica tinha toda a aparelhagem, aparentemente de tortura que havia. No entanto, o que mais deixou os policiais chocados foi encontrar partes de cadáveres na casa, como cabeças e órgãos. Havia também as peles de 10 mulheres no galpão e uma pele enrolada de um torso feminino. Ed Gein fez um cinto decorado com mamilos femininos, “envelopou” uma cadeira com a pele humana, e teve vários crânios com coroa cortada, que ele usou como tigelas de sopa. Sua geladeira estava cheia de órgãos humanos, a mesa foi decorada com ossos e as lâmpadas tinham coberturas de sombras feitas de pele humana.

o massacre03

edgeinmuitabrisa9

edgeinmuitabrisa8

edgeinmuitabrisa7

edgeinmuitabrisa6

edgeinmuitabrisa5

A prisão
edgeinmuitabrisa4

Após sua prisão, Ed Gein passou 10 anos em um hospital psiquiátrico. Gein foi dado como mentalmente incapaz e mandado para o Central State Hospital, que mais tarde se tornou numa prisão. Ele foi transferido para Mendota State Hospital em Madison, Wisconsin. Em 1968, médicos declararam que ele estava são o suficiente para ir ao tribunal. O julgamento começou a 14 de Novembro e durou uma semana. Ele foi considerado não culpado devido à insanidade. Ed passou o resto dos seus dias num hospital psiquiátrico.

A morte
edgeinmuitabrisa3

Ed morreu em 26 de Julho de 1984, vítima de falha cardíaca e respiratória, devido ao câncer, no hospital Mendota Mental Health Institute. A sua lápide tem sido vandalizada ao longo dos anos, algumas pessoas retiravam pedaços da lápide para recordação, até que ela foi completamente roubada em 2000. A lápide foi recuperada em Junho de 2001 e dada a um museu em Wautoma, Wisconsin.

Mas, além de O Massacre da Serra Elétrica, as atrocidades cometidas por Edward Gein acabaram inspirando outros filmes muita brisa e sinistros também. Produções como O Silêncio dos Inocentes e Psicose também foram baseados no fatos reais dos crimes de Ed.

Se você curtiu a história de Ed. Gein, vai pirar na do John Wayne Gacy: o assassino que se vestia de palhaço para torturar e matar suas vítimas.

Veja esse breve vídeo que conta a história com mais detalhes sobre Ed Gein:

Fonte: Segredos do Mundo e Isso É Bizarro.

Comments

comments