Cientista-chefe da NASA diz que haverá registros de vida extraterrestre até 2025.

Existe vida fora da Terra? É claro não é mesmo brisados?

Poderíamos comprovar sua existência na próxima década. Segundo a cientista-chefe da Nasa, Ellen Stofan, teremos registros de extraterrestres que vivem em outros planetas até 2025.
Stofan acredita que serão encontrados provas definitivas disso em até 20 anos no máximo. “Nós sabemos onde procurar. Então sabemos como procurar”, disse, em um debate transmitido na Nasa TV sobre a possibilidade de encontrar outros “mundos habitáveis”.
“Na maiorida dos casos, nós temos a tecnologia e estamos no processo de implementá-la. Então acreditamos que estamos definitivamente no caminho certo para isso.”

O que e onde?
As primeiras descobertas de vida fora da Terra provavelmente estão mais perto do que imaginamos, mas não serão homenzinhos verdes em naves espaciais com cabeças grandes e alongadas e, sim, alguma espécie de plâncton ou de alga.

REENACTMENT: An alien aboard spacecraft. (Photo Credit: NGT)
REENACTMENT: An alien aboard spacecraft. (Photo Credit: NGT)

O rover Curiosity da Nasa – veículo destinado a explorar a superfície de Marte – recentemente descobriu “moléculas orgânicas que contêm carbono”. Isso significaria “blocos de vida em construção”. É deles que nós somos feitos.
No entanto, água e moléculas não significam vida, certo brisados?

Missões a Marte pretendem explorar melhor a superfície do planeta em busca da resposta sobre a possibilidade de vida no planeta; foto divulgada pela NASA em 23 de junho mostra autorretrato do robô Curiosity em Marte (Foto: AP Photo/NASA, JPL-Caltech, MSSS, File)

Confiança na descoberta
O próximo rover que será lançado com direção à Marte em 2020 irá buscar sinais de que pode ter existido vida no planeta.
A Nasa também tem como objetivo enviar astronautas para Marte em 2030, um passo que cientistas como Ellen Stofan acreditam que será “chave” para procurar sinais de vida, porque mesmo com câmeras ultratecnológicas, encontrar fósseis usando o veículo é muito difícil – às vezes é preciso procurar embaixo da pedra, não nela em si.
“Sou uma geóloga. Eu saio a campo e abro rochas para procurar por fósseis”, disse Stofan no painel.
“Isso é difícil de encontrar. Então eu acredito fortemente que será necessário, em algum momento, colocar humanos na superfície de Marte – geólogos, astrobiólogos, químicos – para buscar provas da existência de vida que eles possam trazer de volta para a Terra para cientistas analisarem.”

Vamos ficar atendo para as novas notícias.

Achou a matéria muita brisa? Então comenta aí!

Fonte: G1

Comments

comments

Comentários no Facebook