A FREIRA: A HISTÓRIA REAL E SINISTRA POR TRÁS DO FILME

Você sabia que o filme A Freira carrega uma história sinistra por trás?

Se você já assistiu Invocação do Mal 2, sabe que em um certo momento do filme descobrimos que o nome verdadeiro da Freira é Valik, e logo em seguida disso temos Lorraine Warren fazendo uma descrição de quem esse demônio é, mencionando entre outras coisas que ele é “o Senhor das Serpentes”.

Agora vamos a brisa dos FATOS REAIS :

Existe um Grimório antigo pra caramba, do século V chamado Goetia: A Chave Menor de Salomão, cuja autoria tradicionalmente é atribuída ao próprio Rei Salomão, onde 72 demônios são descritos, além de maneiras de invocá-los e torturá-los de modo que eles realizem a vontade de quem os invocou.

Há muitos boatos em torno desse livro, as histórias de como ele surgiu e de seu verdadeiro autor divergem e parecem ter várias fontes suspeitas. Mas o fato é que, até os dias de hoje existem pessoas que se arriscam a praticar os ensinamentos ali contidos.

“Tá, mas o que isso tem a ver com o filme?”, Você deve estar se perguntando. Confira com detalhes no vídeo que fizemos para o canal!

Acontece que demônio de número 62, é ninguém menos que o próprio Valik – no livro a grafia do nome está como Valac, mas ele também apresenta outras variantes como Ualac, Valak, Valax, Valu e Valic.

No livro, Valac é descrito como um poderoso presidente do inferno, com cerca de trinta legiões de demônios sob seu comando. E uma curiosidade na descrição dele é que aparentemente ele revela onde as serpentes se escondem e pode fazer com que elas fiquem inofensivas – Será que era a isso que Lorraine se referia quando o chamou de Senhor das Serpentes?

No filme, sabemos que a Freira é apenas uma forma que Valac escolheu para se manifestar, e temos um rápido vislumbre de sua verdadeira forma já no final do longa. Mas a Goetia trás uma descrição física detalhada, que diz que o demônio aparece de outra maneira. Se ficou afim de saber qual, confere nosso vídeo no canal! Contamos TUDO com detalhe e bem rapidinho.

Fonte: (1). 

Comments

comments

Comentários no Facebook