Dois currículos iguais e só um conseguiu a entrevista. Descubra o motivo.

Uma campanha muito chapada criada pela Brave New Films tem gerado polêmica nos Estados Unidos, por apresentar alguns dos principais dados que demonstram que o racismo nunca acabou e que vivemos hoje em uma sociedade tão ou ainda mais racista e escrota do que há alguns anos atrás.

Racismo

No vídeo da campanha, que é um verdadeiro soco na cara, eles expõe alguns dados do racismo institucionalizado nos Estados Unidos, tais como:

givon_banner780x132x_toposite_muitabrisa_novo

– Um currículo com as mesmas informações e apenas com o nome diferente, sendo um nome mais comum entre a população negra, tem 50% menos chance de ser chamado para a entrevista de emprego;

– O mesmo carro custa em média US$ 700,00 a mais, se o comprador ou compradora for uma pessoa negra;

– Motoristas negros têm duas vezes mais chance de serem parados pela polícia;

– A população negra está quatro vezes mais propensa a ser detida pela polícia fumando maconha, ainda que os estudos apontem que o consumo é a mesmo entre negros e brancos;

– O número de negros nas prisões é quase seis vezes a mais do que o número de brancos.

Veja o vídeo abaixo e responda: se isso não é racismo, que porra é essa?

Fonte: Awebic.

Comments

comments

Comentários no Facebook