O BIZARRO CASO DA ABDUÇÃO ALIENÍGENA DE BETTY E BARNEY HILL

Ei seu brisado, você já ouviu falar sobre a abdução de Betty e Barney Hill? Essa brisa é conhecida por ser o primeiro relato documentada nos EUA, além de ser o primeiro cujas vítimas teriam sido submetidas a exames invasivos conduzidos pelos alienígenas. Tudo começou quando o casal voltava de férias do Canadá para Portsmouth, Nova Iorque. E foi precisamente na madrugada do dia 19 para o dia 20 de setembro de 1961 que começou a acontecer umas coisas bem sinistras: os dois estavam perto de New Hampshire, quando Betty percebeu que havia uma forte luz brilhando no céu, que parecia estar seguindo o veículo há muito tempo. Desde então, ela começou a achar aquilo uma verdadeira loucura.

O começo da loucura
No primeiro momento, o casal não ligou muito para a tal luz, achando que aquilo poderia ser uma estrela, um satélite ou até mesmo uma aeronave militar. Mas aquilo começou a ficar realmente estranho e de repente, o que quer que fosse aquela porra que os estivesse seguindo começou a diminuir de altitude e a se aproximar rapidamente do carro dos Hill.
Foi então que Barney parou o automóvel no meio da estrada, pegou um par de binóculos e avistou um objeto voador com formato de panqueca e com luzes multicoloridas pairando sobre eles. Barney viu diversos seres olhando pela janela da nave e, assustado, arrancou com o carro e dirigiu o mais rápido que podia. E é a partir daqui que as coisas se tornam ainda mais estranhas.

Lapso de tempo

Depois de iniciarem a tentativa de fuga, os Hill disseram sofrer um lapso de tempo de aproximadamente 2 horas — durante o qual teriam se deslocado com seu veículo por pouco mais de 55 quilômetros do local onde haviam visto a suposta nave espacial e sobre o qual não tinham qualquer memória.

Acontece que esse estranho quadro de “amnésia” os incomodava bastante, e Betty inclusive começou a ter pesadelos frequentes nos quais ela e o marido eram levados por criaturas humanoides para o interior de uma nave. Assim, após se passar algum tempo do incidente, o casal decidiu procurar Benjamin Simon, um renomado psiquiatra de Boston, e se submeter a sessões de hipnose seguidas de regressão para tentar reviver as lembranças daquela noite.

Regressão

Betty e Barney foram hipnotizados separadamente durante vários meses e relataram que, depois de partirem com o carro, o veículo morreu e a nave pousou na estrada, bem diante deles. Então, os dois foram levados para o interior do objeto, examinados pelas criaturas e, antes de serem liberados, teriam recebido ordens de nunca mencionar o ocorrido a ninguém.

De acordo com o casal, os seres coletaram amostras de pele, cabelos e unhas, e Betty disse que um dos seres inseriu uma longa agulha em sua barriga. Barney, por sua vez, revelou que os aliens obtiveram dele um pouco de sêmen e se mostraram muito surpresos com o fato de ele poder remover e colocar novamente seus dentes — Barney usava próteses dentais.

Segundo o casal, os humanoides que os abduziram tinham cerca de 1,5 metro de altura, pele acinzentada, cabeças com formato de pera e grandes olhos como os de gato.

O parecer do psiquiatra apontou que era possível tirar algumas conclusões do relato do casal: uma delas é que a abdução realmente aconteceu, e outra é que as memórias refletiam confusão com respeito a um evento real. Além disso, o médico também concluiu que Betty e Barney não sofriam de problemas mentais — e não estavam loucos —, e que eles não haviam inventado a história. E você, caro brisado leitor, o que acha disso? Comente!

Fonte: (1)

Comments

comments

Comentários no Facebook